ARMÁRIOS CONSERVADORES E ABATEDORES PARAGelataria

A FORÇA DO FRIO PARA PRESERVAR O SABOR E A CONSISTÊNCIA

A preparação de um excelente gelado é uma arte na qual encontramos a união entre ingredientes de qualidade e o cuidado para cada fase do processo de fabricação. Depois de ser preparado necessita de uma conservação ideal para que mantenha as suas propriedades inalteradas, assim como o sabor e a cremosidade.

Os equipamentos profissionais para gelataria de Polaris têm em conta a particularidade do produto ao qual se destinam, foram projetados e desenvolvidos para facilitar o trabalho daqueles que trabalham neste setor.

LINHA CONSERVADORES PARA GELATARIAS

Especificamente projetados para o uso em gelatarias, os armários refrigerados da linha Crema permitem conservar o gelado corretamente em temperaturas ideais sem variações súbitas de temperatura ou formação de gelo que poderiam comprometer a sua estrutura. A sonda higroscópica, o gás R290 e a espessura da porta de 85 mm são apenas algumas das características que Polaris decidiu introduzir porque permitem manter o controle ideal de seus produtos.

Os armários Crema também são equipados com tecnologia I.O.T. 4.0 (“Internet of things 4.0”): pode-se conectar à Cloud com o seu dispositivo móvel (smartphone ou tablet) e monitorar o funcionamento do armário remotamente.

Descubra os conservadores para gelatarias

ABATEDORES PROFISSIONAIS PARA GELATARIAS

Com o passar dos anos, o abatedor de temperatura encontrou seu espaço no ramo das gelatarias graças à sua capacidade de preservar o volume inicial do produto ao longo do tempo. O gelado é uma mistura fabulosa de ingredientes artisticamente realizados com a adição de oxigênio. Uma vez fora do batedor, sem a redução da temperatura, o produto poderia “esvaziar-se” em algumas horas, perdendo o volume de vendas. Com a gama de abatedores Polaris podemos criar o que, no jargão, é denominado “redução na crosta”, ou seja, levar a temperatura do gelado a -15°C na superfície exposta do recipiente.

Descubra os abatedores Polaris

Na verdade, este processo, envolve o produto, fechando os seus poros, e evita a saída de ar e a formação de macrocristais de gelo. As misturas de gelado também podem ser batidas com o processo de pasteurização: primeiro procede-se com a baixa pasteurização a 65°C, por 30 minutos e, em seguida, realiza-se a refrigeração rápida a + 3°C. Graças à função de cozedura a baixa temperatura, pode-se também complementar a variação decorando as suas criações com fruta pochè.